Um Conto de Duas Cidades


BEST-SELLER

Uma sociedade em mudança Um povo brilhante a tentar realmente ser livre nos seus triunfos e derrotas. Uma pintura viva da Revolução Francesa. Uma novela histórica que nos chega com a frescura de toda a crítica social de Dickens. Mestre do romance "realista" Inglês, Charles Dickens nasceu em 1812 e morreu em 1870. Filho de uma família modesta, que descurou por completo a sua instrução, Dickens frequentava por gosto bibliotecas e museus, adquirindo assim boa parte sua cultura.



Saiba Mais


FICHA TÉCNICA

Título Original: A Tale of Two Cities

OutrosTítulos: 

Ano de Edição: 1859

Etiqueta(s): BEST-SELLER

Colecção: 

Série(s): 

Vendas: 200 milhões de exemplares.

Avaliação interna (1 a 5): 4

Inf. Web: 

A Tale of Two Cities (Uma história em duas cidades BRA ou Um Conto de Duas Cidades POR) é um romance histórico de autoria de Charles Dickens lançado em 1859, que trata de temas como culpa, vergonha e retribuição. A principal fonte para Dickens escrever o livro com fundo histórico é The French Revolution (A Revolução Francesa), de Thomas Carlyle. A narrativa é extraordinariamente dependente da correspondência como meio de avançar o fluxo de acontecimentos, e apesar de não ser uma obra epistolográfica no sentido definido por Les Liaisons Dangereuses (Ligações Perigosas) de Pierre Choderlos de Laclos, percebe-se rapidamente que a troca de correspondências forma um centro impulsionador para a maior parte do desenvolvimento da narrativa. O livro cobre o período entre 1775 e 1793, da Independência americana até o meio do período da Revolução francesa.

 

Ano de Edição
1850 - 1859
Gênero
Ficção
País do Autor
Inglaterra
Língua
Português