O diário secreto de (um adolescente) Adrian Mole


BEST-SELLER
BEST-SELLER

Adrian tem acesso a, cada dia, escreva no diário, a partir de páginas de páginas que ele seleciona adentra poco a poco no mundo e sua realidade: seu amor por Pandora, as amenidades de Barry, a amizade com Nigel, o descubrimiento de Bert, sueño de ser escritor y sus miedos y fracaciones con respeecto a sus padres. Uma história sobre o nascimento com grandes doses de humor, humor e sentimentos.



Saiba Mais


FICHA TÉCNICA

Título Original: The Secret Diary of Adrian Mole

OutrosTítulos: O Diário Secreto de Adrian Mole aos 13 anos e ¾'

Ano de Edição: 1982

Etiqueta(s): BEST-SELLER

Colecção: 

Série(s): 

Vendas: 20 milhões de exemplares.

Avaliação interna (1 a 5): 4

Inf. Web: https://pt.wikipedia.org/wiki/The_Secret_Diary_of_Adrian_Mole,_Aged_13%C2%BE

Adrian Mole é um adolescente com as preocupações existenciais de um adolescente: borbulhas; o corpo a crescer em sítios inesperados (inesperadamente); a cabeça a pedir explicações para todos os factos da vida; os factos da vida a fazerem «fintas» à cabeça; o desejo de fazer versos; o amor pela grande literatura universal; a paixão pela mulher-menina amada.

Quando Adrian Mole inicia o seu diário ele tem 13 anos e três quartos. Quando o acaba tem quinze anos completos. Pelo caminho fica o registo emocionante, inocente, engraçado e, quando calha, desesperado, do dia a dia de um rapazinho dividido e multiplicado entre e pelos pais (com uma tendência danada para se separarem e embriagarem...), a namorada, os professores, os amigos (entre 14 e 90 anos), a avó, o cão, os pais dos amigos, os vizinhos e o mundo em geral. Sue Townsend conseguiu escrever um livrinho tão perturbante que pode rivalizar, como disse Jilly Cooper, com esse outro livro de culto que tem por título À Espera no Centeio (The Catcher in the Rye), de J. D. Salinger (Difel, 2005).

 

Ano de Edição
1980 - 1889
Gênero
Ficção
País do Autor
Inglaterra
Língua
Português