A Pequena Dorrit


O mundo de Amy Dorrit era a prisão dos devedores de Marshalsea, onde ela nasceu e cresceu. Filha de William Dorrit, um cavalheiro culto que estava preso por dívidas havia anos, a humilde e dedicada jovem vê sua história mudar quando começa a trabalhar como costureira para uma excêntrica dama de Londres, Mrs. Clennan, mãe de Arthur Clennan, um cavalheiro generoso e inconformado com as injustiças sociais. Quando Mr. Clennam retorna à Inglaterra depois de muitos anos no exterior, ele desenvolve um interesse por Amy e pelos assuntos do seu pai. Mas Arthur logo descobre que a sombra escura da prisão estende-se muito além de seus muros.



Saiba Mais


FICHA TÉCNICA

Título Original: Little Dorrit

OutrosTítulos: 

Ano de Edição: 1855

Etiqueta(s): 

Colecção: 

Série(s): 

Avaliação interna (1 a 5): 3

Inf. Web: https://pt.wikipedia.org/wiki/Little_Dorrit

Little Dorrit (pt.: A Pequena Dorrit) é um romance de Charles Dickens lançado em série entre 1855 e 1857 e em livro em 1857. É um trabalho de sátira sobre as falhas do governo e da sociedade da época. Muita da ira de Dickens centra-se nas prisões civis, nas quais os devedores eram presos e impedidos de trabalhar até pagarem as suas dívidas. A prisão que serve de representação dessa realidade neste caso é a Marshlsea, local onde o pai de Charles Dickens esteve detido durante alguns anos. A maioria das restantes críticas de Dickens neste romance dizem respeito à rede de segurança social: a indústria e o tratamento e segurança dos seus trabalhadores; a burocracia do Tesouro Britânico e a separação das pessoas em consequência da interação entre classes sociais

 

Ano de Edição
1850 - 1859
Gênero
Ficção
País do Autor
Inglaterra
Língua
Português