Mauro Beting, Alexandre Petillo


Mauro Beting nasceu no Bixiga, um dos mais tradicionais bairros paulistanos que não existe oficialmente. Ninguém sabe ao certo os próprios limites do distrito. É Bela Vista, no papel. Mas também é Bixiga por ser criado a partir do loteamento de uma chácara de sujeito que tinha o apelido por causa das cicatrizes da varíola. Mauro Beting passou para o jornalismo esportivo em 1990, depois de uma matéria sobre o aniversário da morte de Garrincha. Antes, era crítico musical e repórter político. A partir de 1995, passou a ter uma coluna no jornal Folha da Tarde (o jornal mudou de nome para Agora em 1999). Em 2011, foi eleito melhor comentarista esportivo de televisão e melhor comentarista de rádio no Prêmio Ford-Aceesp. https://pt.wikipedia.org/wiki/Mauro_Beting Alexandre Petillo: Sou jornalista, escritor, roteirista e diretor. Comecei no jornalismo no lendário Notícias Populares. Ajudei a criar a revista Zero, publicação que se tornou referência entre os fãs de cultura pop no começo dos anos 2000. Escrevi para a Folha, Estadão, Jornal da Tarde, Playboy, Época, Superinteressante, Placar, Lance!, Extra, Brasileiros, Caros Amigos, entre outras. https://br.linkedin.com/in/alexandrepetillo